terça-feira, 15 de janeiro de 2008

ANTES DE ELVIS NÃO HAVIA NADA

Quem disse essa magnífica frase que é o título do post de hoje foi o saudoso Jonh Lenon,uma das pessoas mais iluminadas desse planeta que de tão bom nos deixou prematuramente ,mas nos deixou um tesouro que não tem preço fazendo gerações e gerações não só curtindo sua música mas nos faz abrir a mente.Gostei dessa frase que abriu um filem que vi quarta-feira passada na Record sobre Elvis(dia 8 de janeiro seria aniversário de Elvis se vivo fosse).Jonh Lenon estava com toda a razão, porque graças ao Elvis ele mostrou a música como uma forma de se expressar, de dançar.Graças ao Elvis um homem pode mostrar a sua sensualidade sem ser vulgar.Comentei no blog de Magui que conhece ELVIS como ninguém, sendo fã número 1 sem exagero,que todos os galãs deveriam revenciar Elvis.

Vendo o filme e pelas minhas andanças pelo Youtube me deparei com esse vídeo"Jailhouse Rock"(a minha música favorita de Elvis).Vejam o vídeo ,curtam e obserevem.Depois escrevam se Jonh Lenon tinha ou não razão, sem palavras...

Vou dar uma pista:é no início do vídeo e está na moda numa novela...

Um forte abraço para todos e dancem para não dançar, beijos.


7 comentários:

DO disse...

Ele soube deixar bem a sua marca.

Beijão,Janaina

http://www.ramsessecxxi.blogger.com.br

Micha Descontrolada disse...

ai não creio q conseguiu ver o filme..eu comecei mas dormi e fiquie morrendo de raiva..vou tentar alugar..
eu amo o elvis, ele é tdo de bom...



/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_.................

Fábio Mayer disse...

Elvis e os Beatles mudaram a forma da humanidade pensar.

Quebraram tabus, por serem artistas de transição entre um mundo antes compartimentado, com uma realidade diferente em cada país, para um mundo em processo de globalização, onde fatos e artistas de um lado do mundo podem influenciar todo o resto.

Elvis foi o primeiro superstar da história, até no sentido de se reinventar. Quando ele viu que como cantor não agradaria mais que o modismo de uma época, os Beatles, foi para o cinema e praticamente adotou o ostracismo musical. Quando acalmou a Beatlemania, ele voltou com um visual e um repertório renovado renovado e voltou ao topo, onde ficou até sua triste ida para o Olimpo musical.

Elvis pode ser visto como um mito sexual também, mas a razão para tanta gente adorá-lo (eu, inclusive) não era sua beleza e seu sex-appel, era, sim, seu talento até hoje inigualado. Como pôde notar, também sou fã...

Olha, você diz que escreve pouco e eu acho que escrevo demais... ficamos quites!
Obrigado pela visita, voltarei sempre aqui!

Ulisses disse...

Me lembro do Forrest Gump "ensinando" o Elvis a fazer essas danças que o fez tão famoso. Muito legal.

Lulu on the Sky disse...

Elvis é Elvis..
Big Beijos

Só Magui disse...

Esse clip faz parte do filme do mesmo nome.A coreografia é do Elvis porque não havia nada a respeito sendo considerado o primeiro clipe da história.Ele tinha 23 anos.Realmente é muito talento.
Você leu sobre a autópsia dele e foi um brasielrio quem fez? Tá lá no blogue.Muito interessante.
http://somagui.zip.net

Olhos de Mel disse...

Oie Jana! Também fui fã dele e tenho certeza dessa frase. Ele deu início a um tempo diferente na vida artística. Tanto que ficou imortalizado.
Parabéns pelo post!
Beijos