segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Canção dos Homens

Que quando chego do trabalho ela largue por um instante o que estiver fazendo-filho,panela ou computador-e venha me dar um beijo como os de antigamente.

Que quando nos sentarmos à mesa para jantar ela não desfie a ladainha dos seus dissabores domésticos.E se for uma profissional, que divida comigo o tempo de comentarmos nosso dia.

Que se ue estou cansado demais para fazer amor, ela não ironize nem diga que "até que durou muito"o meu desejo ou potência.

Que quando eu quero fazer amor ela não se recuse demasiadas vezes ,nem fique impaciente ou rígida, mas cálida como foi anos atrás.

Que nõa tire nosso bebê dos meus braços dizendo que homem não tem jeito para isso,ou que não sei segurar a cabecinha dele, mas me ensine docemente se eu não souber.

Que ela nunca se interponha entre mim e as crianças,mas sirva de ponte entre nós quando me distancio ou distraio demais.

Que ela não me humilhe porque estou ficando calvo ou barrigudo,nem comente nossa intimidade com as amigas, como tantas mulheres fazem.

Que quando conto uma piada para ela ou na frente dos outros,ela não faça um gesto de enfedo dizendo "Essa você já contou umas mil vezes!"

Que ela consiga perceber quando estou preocupado com trabalho ,e seja calmamente carinhosa,sem me pressionar para relatar tudo, nem suspeitar de que já não gosto dela.

Que quando preciso ficar um pouco quieto ela não insista o tempo todo para que eu fale ou aescute, como se silêncio fosse sianl de falta de amor.

Que quando eu estou com pouco dinheiro ela não me acuse de ter desperdiçado com bobagens em lugar de prover minha família.

Que quando eu saio para o trabalho de manhã ela se despeça com alegria, sabendo que mesmo longe eu continuo pensando nela.

Que quando eu estou trabalhando ela não telefone a toda hora para cobrar alguma coisa que esqueci de fazer ou não tive tempo.

Que não se insinue com minha secretária ou colega para descobrir se tenho uma amante.

Que jamais se permita nenhuma alusão, mesmo de brincadeira, seja positiva ou negativa, sobre meu desempenho sexual.

Que com ela eu também possa ter momentos de fraqueza ou de ternura, me desarmar, me desnudar de alma,sem medo de ser criticado ou censurado:que ela seja minha parecira, nõa minha dependente nem meu juiz.

Que cuide um pouco de mim como minha mulher, mas não como se eu fosse uma criança tola e ela a mãe onipotente;que não me transforme em filho.

Que mesmo com o tempo, os trabalhos, os sofrimento e o peso do cotidiano,ela não perca o jeito terno edivertido que tanto me encantou quando a vi pela primeira vez.

Que eu não sinta que me tornei desinteressante ou banal para ela, como se fosse só os filhos e as vizinhas merecessem sua atenção e sua alegria.

E que se erro, falho, esqueço, me distancio,ma fecho demais, ou amachuco consciente ou inconscientemente ,ela saiba me chamar de volta com aquela ternura que só nela eu descobri, e desejei que não perdesse nunca, mas me contagiasse e me tornasse mais feliz, menos solitário,e muito mais humano.

Lya Luft-do livroPensar é Transgredir(2004).

Como vocês já repararam , estou num momento Lya Luft, porque ela é ótima, e ainda falta mais livors para eu ler, me aguradem...

Mas esse texto me fez refletir e caiu como uam luva sobre um assunto que gostaria de escrever a um bom tempo.


Desde e evolução sexual , o advento da pílula,as mulheres ganharam mais autonomia e independência,mas infelizmente grande parte de nós mulheres confundimos um poucos nossos sentimentos achando que liberdade, igualdade entre homens e mulheres seria adquirir características que a sociedade impôs aos homens como a arrogância, prepotência e a dureza...Dureza de sentimentos, que homem não pode sofrer, que homem não pode chorar...

Observando jornais, principalmente noticiários de predas de entes queridos decorrentes de desastres, notei imagens de homens manifestando seus sentimentos, chorando, se deseperando.Para mim isso é uma evolução.

Escrevo sobre isso hoje porque é bom sempre revermos nossos relacionamentos, fzer sempre um agardo nem que seja fora de hoira e porder falar todo dia:SÓ POR HOJE ESCOLHI VOCÊ...

Se não der certo, que seja infinito enquanto dure,ficadno boas lembranças, na medida do possível...

Pensem sobre isso, pois "QUEM NÃO COMPARECE, ABRE CONCORRÊNCIA"
RSRSRSRSRSRS.

Tenham uma ótima semana e aguardem "Canção das Mulhres",beijos para todos,
Janaina de Almeida.


12 comentários:

Julis disse...

Lya Luft é tudo de bom, adorei o texto

Cadinho RoCo disse...

Percebo existência de um novo tempo a já não conferir ao texto da Lia o que acontece exatamente hoje. A mulher terá disponibilidade hoje pra ficar telefonando para o marido no serviço? Mas existem alguns outros detalhes que aparentam algum exagero, mas tudo bem. Serve sim para saudável reflexão. Em sintese, penso que o ideal é estarem homens e mulheres numa mesma sintonia de evolução.
http://cadinhoroco.loginstyle.com

Lulu on the Sky disse...

Lya Luft é genial, quero ver depois o texto da canção das mulheres.
Big Beijos

disse...

Lya Luft dispensa comentário,lindo d+++.Me fez parar e pensar ...

Flavia Sereia disse...

Olha, eu li um livro dela e não achei nada demais, ela não falou nada que eu já não tivesse lido em algum outro lugar, ela pode sim ter dito de outro jeito. Nesse caso depende mais de quem lê, pois nem todo mundo entende as coisas do mesmo jeito.
bjs

PPRangel disse...

Olá Janaina, obrigado pela visita. E seja muito bem-vinda ao mundo de Lia. O mundo das mulheres escritoras é povoadíssimo de Adélias, Cecílias, Marinas. Te mando de presente estes versos de Elisa Lucinda:
Iluminado o Deus que patrocina os encontros
Iluminado o ponto onde combinamos de nos combinar
O sol a cachoeira o vento
tudo é pontual sem se telefonar
Abençoado o fogo que sobe pela árvore do corpo
sem avisar.
Bjs,
PP

DO disse...

Muito interessante o texto.
Se bem que já virou uma mesmice,né?
A Lya escreve como poucos.

Beijos!!

Fernanda disse...

Bem legal o texto!! Acho que é assim mesmo que os homens devem pensar!!!

Sobre as cartas, os Correios deixam a gente pegar uma para responder, mas não sei se a gente pode escolher... É só conversar lá que eles lhe informam...

Kisses

Simplesmente Lú disse...

Nooooossa achei barbaro esse texto, "exclusive" vou mandar pra o Lu marido ler.. rsrsrs
Bjokas mil

Olhos de mel disse...

Olha, você foi perfeita! Amei a canção, viu? Foi no cotidiano e disse tudo! Vou aguardar a canção das mulheres.
Beijos

Naeno disse...

Que quando a gente dia "Te amo" ela acredite, porque quase no alcance da unanimidade pegam isso como um desencargo de consciência.

Lindo texto.
Um beijo
Naeno

CresceNet disse...

Oi, achei seu blog pelo google está bem interessante gostei desse post. Gostaria de falar sobre o CresceNet. O CresceNet é um provedor de internet discada que remunera seus usuários pelo tempo conectado. Exatamente isso que você leu, estão pagando para você conectar. O provedor paga 20 centavos por hora de conexão discada com ligação local para mais de 2100 cidades do Brasil. O CresceNet tem um acelerador de conexão, que deixa sua conexão até 10 vezes mais rápida. Quem utiliza banda larga pode lucrar também, basta se cadastrar no CresceNet e quando for dormir conectar por discada, é possível pagar a ADSL só com o dinheiro da discada. Nos horários de minuto único o gasto com telefone é mínimo e a remuneração do CresceNet generosa. Se você quiser linkar o Cresce.Net(www.provedorcrescenet.com) no seu blog eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. (If he will be possible add the CresceNet(www.provedorcrescenet.com) in your blogroll I thankful, bye friend).