segunda-feira, 30 de junho de 2008

A GRAMA DE NOSSO QUINTAL É MELHOR, NÉ?

Hoje a notícia que escutei na Rádio Globo aqui no Rio de Janeiro(que foi até tema de debate) me deixou preocupada e resolvi compartilhar com vocês.

Soube que o Itamaraty está recebendo propostas de outros países para comprar terras brasileiras para produzir matéria prima e levar para seus países o que produziu aqui no Brasil.É isso mesmo,nem eu mesma acredito no que escrevi.

Ou seja, certos países não se interessam em exportar nossos produtos.

Querem exemplos?A Croácia quer comprar terras brasileiras para produzir café e depois "recolher" o que produziu.O Irã também se ienteressa por terras para produzir soja. Fico estarrecida que para esses países(fora outros que não está em meu conhecimento) não querem importar nossos produtos.

Seria a mesma coisa que "o quintal do vizinho é melhor", então compro o quintal de meu vizinho para plantar verduras e pronto? Ora, eles é que plantem batatas em suas terras e que as autoridades competentes fiquem alertas sobre esse assunto, pois já é uma questão de soberania.

Gente, escrevi esse assunto hoje porque é a mais pura verdade,muito perigoso.cabe à Polícia federal e ás autoridades competentes evitar a expropriação de nossas terras, pois é uma questão de cidadania.

Bom, isso me faz lembrar da Suíça, que é conhecido pelo seu chocolate, só que em suas terras não há palntação de cacau.Tem até uma empresa tradicional que a sua origem é desse país dito"neutro",né?Bom, o nome não vou escrever porque não vou fazer propaganda de graça...

Escrevo e repito:ESTOU MUITO, MAS MUITO PREOCUPADA.

Um forte abraço para todos e dias melhores, beijos,
Janaina de Almeida.



10 comentários:

Lulu on the Sky® disse...

Dá medo com o q possa acontecer Jana.
Big Beijos

DO disse...

Temos que ficar mesmo preocupados,Janaina. Mas a verdade é que isto já está acontecendo por aqui. E há tempos,devemos acreditar.
Beijos!

Julis disse...

amiga quer mais do que a Amazônia?
Eu não duvido de nada disso acontecer e preocupa mesmo, e a gente fica como?

Carol disse...

Jana, infelizmente em muitas áreas nosso processo produtivo não é eficiente ou não é ecologicamente sustentável. O que me entristece é que temos potencial "natural" pra isso - o que estraga é o povo...

A princípio essa notícia que vc conta não parece mesmo boa coisa. Deveria servir para nos alertar de muitas coisas.

Bjs.

Simplesmente Lú !!! disse...

Isso me fez lembrar uma musica do Raul Seixas, eu acho, que diz assim: A solução é alugar o Brasil, ta aí. Aonde esse pais vai parar?
Bjokas

Scliar disse...

Sei lá. Quem sabe, assim, a gente acaba valorizando mais nosso cantinho? E neste mundo globalizado, onde uma parte se fabrica aqui, outra acola, e tudo se junta num terceiro lugar, será que não é hora de repensar fronteiras? Só para polemizar um pouco e apimentar a discussão (com pimenta plantada aqui, claro!) Ethel SC

Claudio disse...

Não só lembro do seu blog, como ele sempre esteve linkado no JCF.

Bom poder voltar...bom tê-la como leitora de novo.

bjs

NANDO DAMÁZIO disse...

Inacreditável uma coisa dessa, querem usar nosso espaço como se aqui fosse "terra de ninguém", um absurdo mesmo !!
Passando para conhecer o blog ..
Abraço !!


www.amelhornoveladetodosostempos.blogspot.com

Lila Rose disse...

É de preocupar mesmo, amiga!
Tô perplexa.

Acho que o jeito é irmos para a rua de novo e brigar, antes que o Brasil vire terra de ninguém.

Bisous.

Lula disse...

Oba! Se eles quiserem alugar um terreninho lá no fundo de casa, to as ordens.

O Brrrazil já é propriedade estrangeira, a quantidade de impostos que pagamos nada mais é que aluguel (enviado pro exterior). Sacou?

Beijão e desculpe a demora da visita. To produzindo 'pro exterior'. Hehehehehe.