segunda-feira, 20 de outubro de 2008

QUANTO CUSTA A VIDA??????


QUANTO CUSTA A VIDA?
UMA CRIATURA DIVINA TEM UM PREÇO?
QUE RUMO TOMARÁ AS RELAÇÕES HUMANAS?

Um forte abraço para todos e a vida continua, beijos,
Janaina de Almeida.

10 comentários:

Fábio Mayer disse...

Não sei do resto do mundo. Mas no Brasil, a vida vale cada vez menos... e valoriza-se cada vez mais a entidade física de quem não a respeita.

Agora esse "pobre rapaz" do caso de Santo André não é avisado de que matou sua ex-namorada, porque querem que ele se recupere e volte a comer, preocupada que está a sociedade com os direitos humanos dele.

E os direitos humanos da familia dela? E se a Justiça aceitar a tese de que ele agiu de modo passional, que é primário e de bons antecedentes e lhe der a faculdade de aguardar o julgamento em liberdade?

São dois pesos e duas medidas, me sinto desvalorizado como ser humano, quando vejo casos assim...

Lulu on the Sky® disse...

È muito triste a morte dessa menina de Sto André, agora o assassino tem q apodrecer na cadeia.
Big beijos

Fábio Mayer disse...

E se vc se referiu ao caso Arthur Sendas, a situação é a mesma, a vida vale cada vez menos, porque, agora, até pessoas de confiança matam assim, sem mais nem menos e depois alegam estarem desesperadas por isso ou aquilo, para se livrarem da culpa.

Vale pouco a vida, infelizmente!

DO disse...

Pelo menos ainda temos a capacidade de nos indignar e entristecer.
Pelo menos!!

Olhos de mel disse...

É linda, pelo que tenho visto ultimamente, a vida não vale mais nada. As vezes me questiono se somos mesmo humanos. Engraçado que quando uma pessoa de bem é morta, os direitos humanos nem aparece, mas quando é um marginal... aí eles aparecem de todos os cantos do mundo a se pronunciar.
Boa semana! Beijos

Denise! disse...

Janaina,

Vamos viver, temos que viver, a vida tem que continuar para não enlouquecer-mos.

Beijos!!!

ana de toledo disse...

É Janaína... o que dizer??
Beijinhos

Casamento feliz disse...

Do jeito que as coisas estão, só Deus para nos livrar desse mundo terrível né ?

Beijos

Julis disse...

Creio eu que a vida nao tem preco, pelo menos para mim, mas acho que pra algumas pessoas sim

Flavia Sereia disse...

A sensação que ficou é que os policiais, principalmente o comandante no caso da Eloá, é que a vida do sequestrador valia mais do que as das refens.

O mais engraçado, se é que se pode dizer assim, é que o pai da menina era um matador, olha a ironia da coisa.
Parece os filhos pagando os pecados dos pais.

bjs